Playlist Sobrenatural/Supernatural


Com a volta de Sobrenatural, nesta Quinta-Feira 13/10/2016, resolvi dá uma atualizada na minha playlist da serie. Os clássicos como Carry On My Wayward Son, Eye Of the Tiger e Bad Company permaneceram – porque eu gosto deles – e novas canções, como Simple Man, Knockin on Heaven’s Door, entre outras foram acrescentadas – a primeira playlist fiz quando acabei de assistir a 5ª temporada.

Então galera, aumenta o volume aí e curte essa trilha sonora do tio Lú !!!

Night Terrors - Pokémon das Trevas

Pokémon GO é um jogo que faz você ir atrás de Pokémon, mas e se o jogo fizesse, ao invés disso, você ir atrás de demônios, fantasmas e outras criaturas? Pois é exatamente isso o que Night Terrors faz.
No jogo, que só pode ser jogado à noite, você deve usar a câmera do seu celular para ligar a realidade aumentada e sair caçando assombrações e outras criaturas da noite que estão enfestando o mundo. Já está com medo? Pois o jogo certamente vai fazer você morrer do coração, já que ele também combina muito com fones de ouvido e está pronto para te dar um susto atrás do outro.
Abaixo, você confere um trailer do game:

    

Infelizmente, Night Terrors ainda não está disponível, mas o jogo está em desenvolvimento e eu não duvido que, com o sucesso de Pokémon GO, não consiga um investidor para acelerar o lançamento do game. Quem será que vai conseguir dormir depois de uma partida do jogo?



Fonte: Critical Hits

Feliz Ano Velho


Esse livro é um relato do acidente que deixou Marcelo Ruben Paiva tetraplégico, poucos dias antes do Natal de 1979. Jovem paulista de classe média alta, vida boa, muitas namoradas, ele vê sua vida se transformar num pesadelo em questão de segundos. Durante um passeio com um grupo de amigos, Marcelo resolve dar um mergulho no lago. Meio metro de profundidade. Uma vértebra quebrada. O corpo não responde. Começa ali, naquele mergulho, a história de 'Feliz Ano Velho'. Apesar do tema trágico, 'Feliz Ano Velho' tem momentos de humor, ternura e erotismo. Marcelo se encarrega de colocar em palavras a relação de amor e respeito à mãe, o carinho das irmãs, a camaradagem e o encorajamento da turma, as festas e fantasias sexuais.

Formato: PDF
Link Download: Dropbox


Ponto de Ironia


A ironia e o sarcasmo sempre se fizeram presentes no cotidiano das pessoas (pelo menos no cotidiano das pessoas que convivem comigo). A internet e as redes sociais estimularam a escrita em grande escala. Todos nós trocamos, no mínimo, dezenas de mensagens com inúmeras pessoas de diversas partes do país e, até mesmo, do mundo.
Entretanto, acredito que há ocasiões que os receptadores de nossas mensagens não captam realmente a essência do que escrevemos, principalmente, se utilizamos a ironia com frequência.




Pensando nisso, surgiu a ideia de vincular e divulgar o Ponto de Ironia, simbolizado por um ponto de exclamação invertido no fim das frases.









Vale ressaltar que essa marca gráfica – Ponto de Ironia – não é criação do autor deste blog e sim do vigário inglês e filosofo natural John Wilkins (1668).










Mais uma coisa:


“A única constante no universo é a mudança.”
 Heráclito

Tudo na vida muda, não podia ser diferente, então resolvi mudar totalmente esse blog para poder da continuidade nele, como vocês podem ver ao olhar nos arquivos do blog ele não era atualizado há anos.
Com esse novo foco, sem foco algum, o ponto de ironia irá abordar diversos temas, irônicos ou não. Basicamente, irei fazer daqui um repositório onde compartilharei todos os assuntos que me interessam e isso poderá ser interessante a vocês, ou não.
Sem mais delongas, pois não gosto de escrever desnecessariamente e sei que poucas pessoas gostam de ler, término aqui esse pequeno texto de reapresentação.


Até a próxima postagem.

Angela Gossow Mini-bio



Angela Nathalie Gossow é uma cantora alemã, vocalista da banda sueca Arch Enemy. Antes disso trabalhava em uma empresa de publicidade e estudava economia, quando em 1999 ela fez uma entrevista com o Arch Enemy. Na ocasião ela entregou uma fita demo da banda na qual cantava. Em 2000 Angela Gossow foi chamada para fazer testes na Suécia para entrar na banda.

Angela é atéia e anarquista convicta e declarada

Arch Enemy

O Arch Enemy é uma das principais bandas o subgênero do heavy metal que se convencionou chamar de 'death metal melódico', em virtude principalmente de elementos melódicos provenientes do heavy metal tradicional, do power metal, do heavy rock e até mesmo do hard rock dos anos 70 e 80. Neste sentido, uma das características principais do Arch Enemy são os riffs de guitarra que são ao mesmo tempo pesados e melódicos


Blood God - No Brain But Balls!

E ai galera, voltando a ativa aqui no blog. Como puderam ver, fiquei esse mês de julho sem postar nada no blog, queria pedir desculpas a todos os leitores por isso, mas agora, segurem seus orgasmos porque eu to de volta. Eu iria reiniciar as portagens no Rock na Web com uma pequena retrospectiva de julho, mas percebi que seria um assunto chato e repetitivo (embora teria sido uma boa colocar as melhores fotos com tema de Rock do dia 26 de julho :3 ). Enfim, pra voltar com as portagens logo (e como não tenho nenhum artigo pronto por hora) resolvi reblogar um post da Bíblia do Rock. O Profeta Renan fez uma Dobradinha: Blood  God e Dynazty, e eu gostei das bandas em especial da Blood God (tema desse post) que, até então, infelizmente não conhecia, então fica a dica de dar uma olhada no post completo na Bíblia do Rock .


Blood God - No Brain But Balls!
Ano: 2012
Estilo: Hard Rock
Gravadora: Blood God Records
Sobre a banda: Essa banda alemã começou exatamente em 2012, quando Thomas Gurrath, líder da banda de Death Metal Debauchery, decidiu fazer uma banda estilo rock and roll e parecida com o AC/DC. Os fãs da banda e críticos ficaram com um pé atrás sobre essa nova empreitada, mas ela deu certo. A banda abusa da sexualidade, perversão e tem até um toque macabro ao misturar sangue na sua imagem, no seu videoclipe e nas suas obras promocionais, certamente uma influência da sua banda de Death Metal.

Sobre o CD: Você pode se incomodar um pouco com a voz estilo AC/DC por parecer forçada algumas vezes, mas não é nada demais. Esse é o único possível ponto negativo que pode ser encontrado nesse álbum, pois é como um AC/DC evoluído: com mais peso, mais agilidade, mais energia e mais safadeza. É, esse é um dos principais destaques do disco, a sua atitude que começa pela capa mostrando uma popozuda do Rock e termina com suas letras exaltando a sexualidade, com o típico eu-lírico sedento pelos prazeres carnais e festa rock and roll. Ele não quer fazer rodeios, admite logo que é um Womanizer, Nasty Lover e Lovemaker, e fala que This Woman Makes Me Crawl e que ela é sua Blowjob Barbie. O outro destaque do disco é sua diversidade sonora, onde todas ascanções tem arranjos e composições diferentes, ora com mais peso e menos agilidade, ou as duas coisas juntas e mais guitarras estridentes, ou menos energia e mais virtuosidade. Seja qual for a faixa, todas mantém a qualidade e mostram como os artistas são talentosos e empenhados. Está tudo aí, riffs e linhas de guitarra marcantes, voz e backing vocals enérgicos e cozinha eficiente, tudo isso faz a trilha-sonora perfeita pra uma festa ou uma transa de cara cheia. Álbum recomendadíssimo.
Faixas:
01. Blowjob Barbie
02. Womanizer
03. Nasty Lover
04. Stupid But Sexy
05. This Woman Makes Me Crawl
06. No Brain But Balls
07. Psycho Pussy
08. Lovermaker
09. Rock The Hell - Out Of Me
10. Love and Pain
11. Hangover From Hell
12. Hard Rock Party Blues
13. Sex Kitten
Download: Normal - Torrent .

Bom galera o post vai ficando por aqui, quem quiser ver ele completo vai lá na Bíblia do Rock . Até breve...  

Airbourne Bio + Wallpapers


Eu ia criar um post sobre eles, mas como já saiu lá no Metal Rocks and Girls só rebloguei...


Airbourne Bio + Wallpapers
Airbourne é uma banda de hard rock australiano “recém nascida” . Formada em Warrnambool, Victoria, Austrália no ano de 2003. Airbourne é uma banda relativamente jovem mas tocam como as velhas bandas de rock’n’roll dos anos 70’. Com bastante influência em AC/DC e Motorhead eles vêm lotando estadios na Austrália e fazendo grande sucesso com os amantes do Hard rock. Vem sido muito elogiada pelas grandes bandas com quem tocaram juntos como “The Rolling Stones” e Motley Crue. Lançaram três albuns de inéditas e um ao vivo: “Ready to Rock”, “Runnin’ Wild”, “No Guts, No Glory” e Live At the Playroom. Suas músicas estao presentes nos games também: Tony Hawk’s Proving Ground, Need for Speed: ProStreet, Skate, NFL Tour, Burnout Paradise, NASCAR 08 e Guitar Hero IV World Tour
Contam atualmente com :
Joel O’Keeffe (vocais/guitarra solo)
David Roads (guitarra base)
Ryan O’Keeffe (Bateria)
Justin Street (baixo)


Discografia

Álbums
2007 Runnin’ Wild
2010 No Guts, No Glory

Álbuns ao vivo
2007 Live at the Playroom

EPs
2004 Ready to Rock

Wallpapers



 
powered by Blogger